Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /home/caver963/public_html/wp-includes/plugin.php on line 579

Warning: Parameter 1 to wp_default_styles() expected to be a reference, value given in /home/caver963/public_html/wp-includes/plugin.php on line 579

Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /home/caver963/public_html/wp-includes/plugin.php on line 579
Filme da Semana: M A M A - Caverna do Troll

Main menu

Filme da Semana: M A M A

Olá Trolls! Se tem uma coisa que eu adoro ver, é a cara das pessoas quando eu digo que prefiro filmes de TERROR, muita gente não consegue entender o meu gosto – que dó. Então, sendo esse minha primeira sugestão no Filme da Semana, eu não poderia falar de outro gênero.

O filme escolhido é M A M A, de 2013. Este filme possui alguns clichês e, ao mesmo tempo, foge do terror habitual, ele não possui grandes sustos, nem sangue, muito menos várias mortes, mas, isso não desvaloriza o filme, muito pelo contrário, ele surpreende e não deixa de ser assustador – a minha adrenalina “foi lá pra cima”.

Mama

Mama

A trama gira em torno de duas meninas – Victoria e Lilly – filhas de um pai surtado, que depois de matar a mãe e de sofrer um acidente de carro enquanto fugia com as meninas, encontra uma cabana abandonada onde resolve acabar com toda a família, porém, a terceira protagonista aparece: M A M A.

Ela impede o pai de matar as meninas e passa a cuidar delas, alimentando e brincando, fazendo o legítimo papel de mãe. Depois de cinco anos aos cuidados de M A M A, as garotas são encontradas com um comportamento antissocial e assustador, fruto da vivência na cabana.

Com o auxílio de um psiquiatra, o tio das meninas – Lucas – e sua namorada – Annabel – ficam como responsáveis por elas para que possam ajudá-las a recomeçarem suas vidas. O que eles não esperavam é que a suposta M A M A não abriria mão de suas garotinhas e que também estaria vivendo com eles.

Mama

Mama

O desenrolar da trama é cheia de suspense, tensão e emoção, isso mesmo, emoção. Esta, fica mais por conta de Annabel, que fica cuidando das meninas sozinha depois que Lucas é hospitalizado e faz de tudo para estreitar a relação com as meninas e criar um vínculo afetivo.

Não vou contar o final – óbvio – mas ele me supreendeu. Fugiu do clichê, tanto que, quando eu estava assistindo eu pensei: “e viveram felizes para sempre, fim.” mas não foi bem assim, algo inesperado aconteceu: “NÃO faz isso” foi a minha reação e toda a tensão retornou.

O filme foi muito bem feito e eu gostei pra caramba da evolução da trama, então eu digo que vale – e muito – a pena, assistam.

=) Até a próxima.

Uma aventureira que aceitou o desafio de se tornar uma blogueira - mas que ainda acha que não nasceu para isso.

FacebookTwitterGoogle+RSS
{lang: ''}