Main menu

Trilogia O Senhor dos Anéis – Prefácio

Chegou a tão esperada semana de lançamento da trilogia: O Hobbit! E para tanto resolvi fazer um publicação de uma verdadeira paixão minha, a trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis.

J.R.R.Tolkien

A primeira coisa que temos que deixar claro quando discutimos O Senhor dos Anéis (OSDA) é separar bem o livro dos filmes. Jamais podemos aceitar comparativos, do tipo, esta parte do livro não aparece no filme, ou, isto não está certo no filme de acordo com o livro. As frases adaptação cinematográfica ou baseado no livro deixam isso claro.

Tolkien nunca foi a favor de uma adaptação de sua obra, mas como os direitos sobre a obra foram vendidos em 1968, nada pode ser feito em relação à isso. Inclusive na tão sonhada convecção de San Diego, a ComicCom (fica a dica de uma excursão Troll), na coletiva de impressa de O Hobbit, Peter Jackson deixou mais uma vez clara a “rinha” entre a família Tolkien e os produtores e criadores do filme!

Se Tolkien recebe todos os créditos pelo mundo que ele criou e todo esse enredo, que serviram de base para muitas outras histórias, jogos, e contos. Também gosto de dar crédito a Peter Jackson e Alan Lee por terem criado todo esse mesmo mundo visualmente! O que na minha concepção é muito mais trabalhoso!

Peter Jackson

Por se tratar de um tema que nem todas as pessoas gostam, os filmes de OSDA são muitas vezes esquecidos. Cito como exemplo o demasiado crédito dado ao filme Avatar, onde o próprio James Cameron confessou se basear no trabalho de Peter Jackson, e a tão falada tecnologia de Avatar utilizada pelo Gollum a quase uma década anterior, no cinema, exclui-se os games! A trilogia de OSDA bateu e continua com recordes suficientes para ter o status para mim de O Melhor Trabalho Cinematográfico de Todos os Tempos! Discorda? Bom tenha a paciência de ler toda a minha publicação de 4 etapas e talvez você mude de ideia no fim!

Quando você lembrar-se de todas as emoções destes três filmes, talvez passe na sua cabeça o mesmo que passa na minha; “Ah, porque não fizeram 6 filmes?”. Bom, acredito que talvez daqui a 10 ou 20 anos, alguma grande como a HBO invista bilhões em um seriado, podendo assim contar toda a história. Sonho? Mas que seria bom seria! Para nossos filhos ver a atual obra, seria como pedir para eles assistirem O Poderoso Chefão! Tudo precisa ser renovado para que eles tenham a mesma sensação e paixão por esta cultura que nós tivemos!

Fiquem ligados, a parte 2 (A Sociedade do Anel) sai amanhã!

[]’s do Cristiano Roeder.

FacebookTwitterGoogle+RSS
{lang: ''}