Main menu

As Aventuras de Pi: Visão de um Fã

Salve Trolls! O ano mal começou e já deu pra ir curtir um cinema. Desta vez o filme escolhido foi As Aventuras de Pi, que na minha opinião tem um nome em português muito mal escolhido. O original é Life of Pi, ou A Vida de Pi, que é na minha opinião um excelente nome, afinal o filme não é sobre as aventuras de Pi e sim sobre a vida dele. Mas já vou explorar mais isto. Como sempre, não irei fazer spoiler do filme, então pode ler sossegado.

PiO filme As Aventuras de Pi foi baseado num livro homônimo escrito por Yann Martel e publicado em 2001. Não tive a oportunidade de ler o livro mas pretendo em um futuro. Fui ver esse filme sem saber muito sobre o que seria, nem fiz questão de saber muito sobre ele. Cheguei a assistir um trailer que passou nos cinemas, onde estavam em um barco um menino que me lembrou muito o Hadji de Jonny Quest e um tigre bengala. Isso era tudo que eu sabia do filme.

Meus amigos Trolls, que filme! Acho que fazia muito tempo que eu não assistia um filme que me surpreendesse tanto nos cinemas. Explicação rápida sem dar spoiler. Pi é um indiano que tem uma história de vida e um escritor descobre sobre isto e quer escrever um livro sobre a vida dele, então Pi começa a contar sua história. Pronto, a partir daí já começa a estragar as surpresas.

O filme tem uma pegada muito espiritual. Veja bem, espiritual não quer dizer religiosa. A questão aqui não qual deus é melhor, e sim contar uma experiência espiritual pelo qual o Pi passou. Algumas sutilezas no filme deixam bem claras estas diferenças entre espiritualidade e religião. Achei fantástico a forma como foi colocada esta questão no filme.

Outro aspecto do filme são os efeitos visuais. O filme realmente tem um efeito visual excelente, dá pra ver que o filme está tentando contar algo que foi muito detalhado no livro, algo que dificilmente consegue se passar nas telonas, aquelas linhas poéticas que existem nos livros que fazem nossa imaginação voar longe. Em algumas partes me lembrou bastante Avatar quando você assiste pela primeira vez e vê Jack correndo pela mata à noite. Neste sentido.

Life of Pi TigerNão posso deixar de mencionar a atuação do ator que faz o Pi durante a maior parte do filme, Suraj Sharma e o absurdo trabalho que foi feito no tigre. O tigre é parte total do filme e a “atuação” dele conduz bastante o filme também.

Nem tudo são flores claro e dois aspectos me incomodaram muito no filme. O primeiro foi o 3D que eu achei muito desnecessário. O 3D utilizado foi aquele de jogar coisas na sua cara, pra mostrar “viu, aqui tem 3D!”, mas como falei achei totalmente desnecessário e poderia facilmente ser retirado que não iria fazer diferença. Até entendo que o 3D da sala que eu fui estava um lixo e talvez não peguei a essência do que o diretor quis com este 3D.

Outra questão é que o filme tem 127 minutos de duração e realmente não precisava de tudo isto. Em muitas partes ele é bem parado. O começo do filme mesmo é bem enrolado e poderia facilmente ser reduzido e todo mundo conseguiria entender. Em algumas outras cenas o nível de detalhamento é tão grande que chega a cansar e você fica pensando “ok, já entendi o que ele quer fazer, TAB“.

Resumindo, é um incrível filme apesar dos aspectos negativos mencionados, não é o que estraga o filme, longe disso. Como falei, me surpreendi, gostei muito da mensagem que ele carrega. Não sou uma pessoa religiosa e em nenhum momento do filme tentam me empurrar religião, mas trabalharam muito bem com a questão da espiritualidade e sobre o que é verdade, o que é fato e principalmente, o que você acredita. Recomendo que você vá assistir este filme, porque é muito bom!

[]’s do Troll!

  • http://www.tabulandia.com.br Felipe Ambrosio

    Pow, achei que era sobre o Mr. Pi da Atlantida :)

FacebookTwitterGoogle+RSS
{lang: ''}